terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Dicas importantes para voos com crianças

Crédito da Imagem: bemparana.com.br 

1. Quando for comprar sua passagem já marque seus assentos e na hora do check in confirme, pois às vezes juntam voos e você acaba perdendo o acento pré reservado. Dê preferência aos assentos do corredor, ao invés dos da janela e próximos às saídas de emergência, pois assim incomodarão menos os passageiros vizinhos. Os assentos na direção das asas dos aviões sofrem menos os efeitos da turbulência. A turbulência é mais sentida pelas crianças, pois seus orgãos sofrem mais rápido o efeito da inércia por serem mais leves. Mais informações sobre a turbulência clique aqui.

Atenção a esta dica: O preço da passagem para crianças nem sempre é igual ao de adultos. Em voos nacionais, o valor da passagem de crianças de colo (com menos de dois anos de idade) que não estejam ocupando assento não poderá ultrapassar 10% da tarifa paga pelo adulto e quanto aos seguros de viagem: esses serviços são adicionais e facultativos. Se for levar a cadeirinha de bebê (até dois anos) no assento da cabine lembre-se de verificar se a mesma cabe no assento do avião e se é certificada para uso aeronáutico. Nesse caso, como a criança não será transportada no colo, é necessário comprar a passagem para o bebê.

2. Lembrem-se sempre de levar uma blusa ou uma pequena manta, não importam as condições climáticas do país de origem/ destino, o ar-condicionado do avião costuma ser forte e mantém a temperatura bem fresca, principalmente se você não souber quem sentará ao seu redor, nem sempre as pessoas se importam em perguntam se o ar vai incomodar a você ou aos seus. 

3. Quanto à alimentação, preocupe-se em preparar uma lancheira com quitutes leves, balas e chicletes*. A maioria das Cia em voos curtos oferecem lanches ou bolachas e nos mais longos servem refeições, porém nem sempre é do gosto dos pequenos. Peçam bebidas sempre que seja necessário, o ar das cabines é extremamente seco, por isso, hidrate bem os pequenos, porém atenção adultos: não exagerem no álcool, o efeito é dobrado nas alturas além de ressecar ainda mais a pele e o corpo.

Dica: Para fugir do padronizado, oferecido pela aeromoça, a saída é reservar uma refeição especial, geralmente solicitada por quem tem restrições alimentares, mas quase sempre disponível para qualquer passageiro, no momento da reserva, cheque os regulamentos específicos. .Na Copa Air, por exemplo, tem a opção: Comida para crianças, que é disponível para crianças de 2 a 12 anos de idade. Os alimentos que se incluem nesta comida são os de maior aceitação entre as crianças e cumprem com as proporções alimentícias recomendadas para eles.

* As balas e chicletes são para as dores de ouvidos: é comum as crianças sentirem dor durante o voo, especialmente na decolagem e no pouso. Se isso ocorrer, dê os doces ou faça-os simular bocejos, mastigação, inspiração, segurar o ar o mais que puder e soltar lentamente, abrir e fechar a boca repetidas vezes.

 Créditos da Imagem: http://www1.folha.uol.com.br

4. Leve na bagagem de mão uma mini farmácia e uma bolsinha contendo itens básicos de higiene pessoal para vocês e para seus filhos, não esquecendo de incluir remédio para enjoo, soro para o nariz, colírio Lacrimaplus para os olhos (ajuda a evitar o ressecamento), escova de dentes, creme dental, escova de cabelo, lenços umedecidos, desodorante, algodão ...

Atenção: a entrada de medicamentos em outros países poderá sofrer fiscalização sanitária. Portanto, não esqueça a prescrição médica. Recomenda-se que os medicamentos sejam mantidos na caixa original para melhor identificação. Fique atento ao volume individual dos recipientes, pois, pelas normas de segurança aérea, somente é permitido levar na bagagem de mão:

• Mamadeiras e alimentos infantis industrializados (quando bebês e crianças estiverem viajando).
• Medicamentos essenciais acompanhados de prescrição médica (a prescrição deverá possuir o nome do passageiro para ser confrontado com o nome que consta no cartão de embarque).
• Medicamentos que não necessitam de prescrição médica: colírio, solução fisiológica para lentes de contato etc. (desde que não excedam 100 ml ou 3.4oz).
• Insulina e líquidos especiais ou gel, para passageiros diabéticos, acompanhados de prescrição médica (desde que não excedam 100 ml ou 3.4oz).
• Cosméticos sólidos (batom, protetor labial ou desodorante em bastão etc.).

Lembre-se: Em voos domésticos, a bagagem não pode ser maior que 115 cm (considerando altura + comprimento + largura) e o peso máximo é de 5 kg. Caso exceda essa especificação, a companhia aérea poderá exigir que a bagagem não viaje com você e seja despachada. 

5. Leve também alguma distração para as crianças: livros, jogos, DVD portátil, MP3,carrinhos, bonecas etc. Só não esqueçam os fones de ouvido, ninguém merece ouvir o "som" dos outros, nem mesmo os pais. Atenção: CD players não são permitidos. 

6. Etiquete toda a bagagem da família. Quanto as crianças é aconselhável fazer uma carteirinha contendo informações pessoais: endereço, destinos, datas, telefone celular, e tudo mais que ajudará você a encontrá-lo caso se perca. Esta você inclusive poderá utilizá-la no seu destino, porém ensine-o para que caso isto ocorra de preferência permaneça no lugar que você irá encontrá-lo. 

7. Chegue com 3 horas de antecedência do horário previsto para o voo, assim você terá tempo suficiente para fazer check in, despachar as bagagens, emitir cartão de embarque e levar as crianças no banheiro. 

Dica Importante: Caso seja cliente American Express® Membership Cards, Diners Club, Itaucard, entre outros … alguns aeroportos possuem uma sala VIP, é bem interessante, têm quitutes, banheiros e algumas até brinquedotéca. 

8. Durante o voo é comum ter um inchaço nos pés/pernas por permanecermos muito tempo sentados. Mexer os pés várias vezes durante o voo, ficar em pé, caminhar, colocar um pé de cada vez sobre o assento e massageá-los, vai ajudá-los a amenizar estes sintomas, por isto fica a dica: evite sapatos apertados, dê preferência ao tênis, e nas viagens longas leve um chinelo para poder caminhar sem sujar as meias ou ter que calças os sapatos.

 Crédito da Imagem: maringaturismo.com.br

9. Viagem de gestantes: É importante entrar em contato com a empresa aérea e com o seu médico antes de comprar a passagem, porque algumas empresas têm restrições para o transporte de gestantes.

10. Regras para viagens internacionais com menores de idade: menores brasileiros que viajam ao exterior sozinhos ou na companhia de apenas um dos pais ou responsáveis devem apresentar autorização de viagem de acordo com o modelo que pode ser obtido no link: www.dpf.gov.br/servicos/viagensao-exterior/3_edicao_manual_menores.pdf.

Boa Viagem ! 

Alessandra

fontes de pesquisa:
http://www.infraero.gov.br/images/stories/mccw/guiapassageiro.pdf
http://www.conhecerturismo.com.br/dica/45

4 comentários:

  1. Oi Ale!
    Td bem? Oba! Que legal que montou seu blog! Gostei!

    Já segui também!
    Bjocas!

    @jamilleks
    http://achadosedetalhes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jamille,

      Td bem ... fico feliz por vc ter gostado ! Obrigada por me seguir.

      Beijinhos

      Alessandra

      Excluir
  2. Oi como vai ?gostei muito do seu post sobre as dicas para viagem de avião,inclusive vou postar no meu blog sobre as experiências que tive com Bruna em viagens de carro e avião.Adorei seu blog e estou te seguindo
    www.aprendendoasermar.blogspot.com

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá !
      Que bom que gostou e que te inspirei.
      Também vou te fazer uma visita.
      Beijinhos,
      Leleka

      Excluir

Deixe um comentário, uma sugestão ou crítica.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...