sexta-feira, 9 de março de 2012

A terapia do elogio


Crédito da Imagem: graphicshunt.com

Na matéria anterior sobre elogio o assunto era como elogiar seu filho do jeito certo, nesta vamos explanar o elogio de um modo geral.

Abaixo um texto de Arthur Nogueira (Psicólogo) que achei bastante interessante e veio a calhar para esta minha matéria:

“Renomados terapeutas que trabalham com famílias, divulgaram uma recente pesquisa onde nota-se que os membros das famílias brasileiras estão cada vez mais frios, não existe mais carinho, não valorizam mais as qualidades, só se ouvem críticas.

As pessoas estão cada vez mais intolerantes e se desgastam valorizando os defeitos dos outros, por isso, os relacionamentos de hoje não duram.

A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e alta renda.

Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados, não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos etc.

Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por consequência, são pessoas que têm a obrigação de cuidar do corpo e do rosto.

Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias. A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem e levam essa carência para dentro dos consultórios.

Destroem seus casamentos, e acabam procurando em outras pessoas o que não conseguem dentro de casa.

Comecemos a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados, vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos(as) parceiros(as), o comportamento de nossos(as) filhos(as).

Vamos observar o que as pessoas gostam, vivemos numa sociedade em que um precisa do outro, é impossível se viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.

Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma? Então elogie alguém hoje!”

Claro que devemos elogiar as atitudes que realmente achamos corretas, não adianta fazer um elogio forçado ou vá contra nossos princípios apenas para agradar o chefe, ou amigo, enfim seja lá quem for.

O elogio deve ser algo espontâneo, porém deve voltar a fazer parte do nosso cotidiano assim como as repreensões e críticas construtivas, as pessoas e principalmente as crianças precisam disto para crescer e formar um caráter!

Comentem, critiquem, sejam sinceros!

Alessandra

12 comentários:

  1. Ótimo texto. Um programa que falava mt sobre isso era o Supernanny, exibido pelo SBT. Era bem interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sérgio!
      Muito obrigada pelo comentário ...
      Bom Final de semana,
      Leleka

      Excluir
  2. Sei bem o que significa isso, pq acho q não recebi o elogio q precisava de meu pai. Isso doeu sem q eu percebesse... só anos depois vi q buscava muito a aprovação dele. E q ele fez o melhor q podia... Tento fazer diferente com meu filho, mas só valem os elogios sinceros e q fortaleçam sua autoestima. Adorei o texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manu, Feliz Páscoa!
      Concordo com você, temos que sempre tentar fazer o melhor para nossos filhos.
      Obrigada pelo comentário e verifique seu e-mail, te encaminhei as informações sobre o sorteio.
      Beijinhos,
      Leleka

      Excluir
  3. É verdade. Hoje em dia as pessoas só elogiam quando desejam algo ou quando são "compelidas" de alguma forma a fazerem isso. Ninguém mais consegue dar uma palavra boa aos outros, a não ser que tenha um outro motivo. Falo pessoas porque as famílias são feitas de pessoas e cada qual com seu comportamento. Parecem estranhos vivendo sob o mesmo teto, sem proximidade real e menos ainda, sentimental.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Dia Erika e Feliz Páscoa!
      É uma verdade bem verdadeira, infelizmente as vezes mal conhecemos a pessoa que mora conosco!
      Obrigada pelo comentário e por participar do nosso sorteio.
      Sua inscrição foi aceita, verifique seu e-mail e boa sorte!
      Beijinhos,
      Leleka

      Excluir
  4. Gostei mais desta matéria, por que tenho uma filha que não dorme cedo e concerteza essas informações vão me ajudar muito!;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Dia Pryscila!
      Ficamos felizes quando conseguimos ajudar alguém, este é o intuito do blog.
      Sua inscrição foi aceita, verifique seu e-mail e boa sorte!
      Beijinhos,
      Leleka

      Excluir
  5. Quando morei no Rio Grande do Sul, exatamente na cidade de Rio Grande, havia nos ônibus a seguinte frase: "Não critiques, ajude a resolver o problema." Isso passou a ser um dos meus lemas...

    Quando criticamos alguém, estamos nos vendo naquela pessoa que estamos criticando. Nos identificamos com o comportamento daquela pessoa... A crítica vira um hábito, porém podemos desenvolver o hábito do elogio sincero.

    O assunto foi muito bem explanado e estão de parabéns pelo conteúdo do mesmo.

    Um grande abraço,

    Eduardo Antônio
    Terapeuta Holístico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo Antônio!
      Muito obrigada ... adorei a frase, muito sábia.
      Eu até aceito críticas, desde que sejam construtivas e sinceras!
      Tenha uma boa noite,
      Leleka

      Excluir
  6. Gostei dessa matéria porque me formei em psicologia e sei da necessidade do elogio sincero para auto-estima e segurança na formação da personalidade de cada um, é essencial na vida toda, de pessoas depreciativas e que seja hostil não precisamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, boa noite!
      Pessoas negativas e que não sabem fazer um elogio ou uma crítica construtiva eu quero bem longe ... rs
      Obrigada pelo comentário e volte sempre,
      Leleka

      Excluir

Deixe um comentário, uma sugestão ou crítica.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...