segunda-feira, 5 de março de 2012

Pais que viajam a trabalho



Viagens de negócios são complicadas de entender pelas crianças. No entanto, elas são quase sempre inevitáveis na carreira de um profissional hoje em dia.

O consolo é que não está sozinho(a), infelizmente. A culpa é enorme, assim como o stress, você fica tentando equilibrar o que precisa acontecer enquanto você estiver fora com as responsabilidades de trabalho você está indo fazer. Sem mencionar que nos tempos de hoje, se sua viagem é importante o suficiente para levá-lo longe do escritório, você não pode se dar ao luxo de se preocupar com o que está acontecendo em casa, o que é um absurdo!

Para amenizar um pouco a ausência e tornar a viagem mais fácil para todos, incluindo você, seguem algumas dicas:

1. Plano para o divertimento - Para viagens de mais de duas noites fora, combine com os pais de algum(a) amigo(a) de seu filho uma noite especial, pode ser uma ida ao cinema, uma partida de jogo, uma noite da pizza ou do hot dog etc., dependerá da idade da criança.

2. Ida ao aeroporto – Leve a criança com você até o aeroporto para dizer adeus (isso funciona especialmente bem com partidas de domingo e se você mora relativamente perto do aeroporto). Muitas crianças acham o máximo aeroportos e acabam até esquecendo o que foram fazer.

3. Calendário - Uma coisa simples, mas importante a fazer é criar ou decorar um calendário para mostrar a sua data de partida e retorno.

4. Recordação - Deixe a criança escolher um bicho de pelúcia ou outra coisa especial que tanto você quanto o(a) filho(a) vai ter enquanto você estiver fora, vai ajudar a se sentir conectado um com o outro.

5. Criar um Ritual – Criar um hábito extra especial para fazer com a criança só quando você estiver ausente ou então quando retorna. Exemplo: fazer um acampamento no chão da sala.

6. Skype - Com a videoconferência, você pode jogar, ler histórias, ou olhar para o calendário que fizeram juntos e falar sobre quando você está voltando para casa. Divirta-se!

7. Capture suas mentes - Mostre ao seu filho ou filhos, onde você está indo no mapa. Seu objetivo é mostrar a distância e mostrar o porquê precisa ir de avião.

Uma vez de volta, não se esqueça de compartilhar a viagem, fale sobre as coisas famosas ou típicas que você fez onde você estava. Volte para os mapas novamente, se tirou fotos, mostre onde fica cada lugar capturando a imaginação da criança.

Se a criança se sente segura sobre você estar longe, você vai se sentir melhor. O que é extremamente importante explicar para a criança é que está indo trabalhar e isto é positivo, pois traz dinheiro como retorno.

Temos que deixar bem claro que a viagem de negócio não é algo que está levando você para longe de seus filhos, mesmo porque um dia estes jovens corações e mentes também entrarão no mercado de trabalho.

Para quem fica, que é meu caso, também não fácil, a ausência de um dos pais é sempre complicada, as crianças ficam mais carentes, ansiosas, inseguras, cabe a nós os “cuidadores” nos desdobrar e fazer o papel dos dois.

Só quem tem parceiros que viajam demais entendem o quanto no começo é difícil, mas hoje eu já tiro de letra, apesar da saudade, é claro.

Beijinhos e espero que o maridão volte logo rsrs

Alessandra

Fonte de Pesquisa

5 comentários:

  1. Adorei as dicas!! Sofro demais quando viajo a trabalho.

    Aproveito para informar que as Big Motherns estão no Facebook com sorteio exclusivo. Passe lá: www.facebook.com/bigmothernsbrasilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raissa,
      Eu parei de trabalhar por isto, na minha área sempre era exigido disponibilidade de tempo e viagens e como meu marido viaja demais a trabalho não tem a menor condição!
      Obrigada pela dica e comentário!
      Beijinhos
      Leleka

      Excluir
  2. Oi Le,

    Faz tempo que quwero comentar este post, mas não me sobra...
    Eu acho muito difícil, meu marido viaja bastante a trabalho e além da saudade, minha rotina fica enlouquecida.
    Por 2 vezes minha filha ficou doente enquanto ele estava viajando (criança não escolhe o momento certo, não é?) e eu quase fiquei louca. Durante o dia ainda tinha ajuda, mas à noite mal dormia - talvez umas 2 horas por noite?
    Imagina como você fica no dia seguinte? Isso cuidando da casa, do blog e da nenê. Afe!
    Joga sal grosso.
    Bjs
    Dani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani,
      Sei bem como é isto ... eu achava que pelo fato do Guedes viajar toda semana as crianças não iriam sentir esta viagem, engano meu!
      Por saberem que está fora do país estão MUITO carentes, choram sem motivo, gritam por nada, enfim está bem complicado.
      Para minha sorte a viagem é curta, vai durar apenas 10 dias, senão iria pirar de vez! rsrs
      Mas enfim, as dicas acima são as que utilizo e consigo amenizar um pouco as explosões de sentimentos, no seu caso ainda não consegue por em prática, infelizmente!
      Beijos e obrigada pelo comentário!
      Alê

      Excluir
  3. Oi me chamo Raquel e vou passa por isso nos próximos meses meu marido vai viaja pra fora do país e estou ficando doida.
    Tenho uma menina de 11 anos e um menino de 9 se alguém puder me da uns conselhos de como superou isto eu vou agradecer e muito.
    Ele vai fica fora e so volta a cada 3 meses nunca ficamos tanto tempo longe sempre fizemos tudo junto agora estou totalmente perdida, minha família mora em SP e eu em Goiânia .
    Se alguem quiser trocar experiências principalmente neste começo vai me ajuda muito
    Obrigada
    Raquel

    ResponderExcluir

Deixe um comentário, uma sugestão ou crítica.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...